FANDOM


Azrael, o Anjo VingadorEdit

Azrael Jean-Paul Valley 0025

Azrael como Anjo Vingador da Ordem de São Dumas

Atributos Edit

Destreza: 9 Força: 5 Corpo: 6

Int: 6 Vontade: 10 Mente: 5

Infl: 9 Aura: 7 Espírito: 9

Iniciativa: 28 Hero Points: 50


Perícias: Edit

Acrobatics: 11, Charisma (Interrogation, Intimidation): 9, Gadgetry: 6, Martial Artist: 10, Military Science: 9, Thief: 9, Weaponry: 11

LimitaçõesEdit

Todas as Perícias são Powered Skills


VANTAGENS: Edit

Connections: Batman (alta); Robin (Tim Drake) (alta), Ordem de São Dumas (baixa), Ra's Al Ghul (baixa), Oráculo (baixa), Intensive Training; Iron Nerves; Lightning Reflexes; Scholar (computers)


DESVANTAGENS: Edit

Mistrust, Serious Psychological Instability (O Sistema; ver abaixo), Loss Vulnerability (todos os poderes, quando não está sob o efeito da SPI)


EQUIPAMENTO: Edit


Alter Ego: Jean-Paul Valley Motivação: Seeking Justice Ocupação: Combatente do crime Riqueza: 5


Batman IIEdit

Batman Jean-Paul Valley 0011

Jean-Paul como Batman

Para representar Azrael em sua fase como Batman, pegue os status descritos na seção Anjo Vingador, retire todas as Connections, acrescente as vantagens Rich Friend (Batman) e a desvantagem Catastrophic Irrational Atraction (tornar-se um Batman melhor que Bruce Wayne), além dos equipamentos inerentes ao Batman:

  • Batarang [Corpo: 12, Gliding: 3]
  • Batlinha [Força: 12, Corpo: 1] A Batlinha tem 4 APs de comprimento.
  • BATMÓVEL (Veja Batmóvel)
  • Lanterna Infravermelha [Corpo: 1, Thermal Vision: 12, R#: 2]
  • Kit de impressão digital
  • Tocha Laser [Corpo: 1, Laser Beam: 12, R#: 5] Limitação: Laser tem Alcance de 0 APs.
  • Gravador Micro-Cassette [Corpo: 1, Recall: 12] Limitação: Recall só grava audio.
  • Explosivos Plasticos (x6) [Corpo: 1, Bomb: 8]
  • Respirador [Corpo: 1, Sealed Systems: 12]
  • Capsulas de fumaça (x6) [Corpo:1, Fog: 7]
  • Ferramentas para abrir fechaduras
  • Cápsulas de gás lacrimogênico (x12) [Corpo 1, Fog: 6, Poison Touch: 4, bonus: Poison Touch ataca todos os alvos dentro do alcance do Fog sem penalidades Multi-Attack; limit.: Poison Touch apenas causa cegueira temporária.]
Azrael Jean-Paul Valley 0040

Azrael como Agente do Morcego

Quanto à armadura, usa os mesmos status do Anjo Vingador, mas perdendo o poder Flame Project e ganhando o poder Projectile Weapons: 5. Durante a fase da Queda do Morcego conhecida como "A Cruzada", até o fim de sua era como Batman, a motivação de Jean-Paul é alterada de Seeking Justice para Anti-Heroic Seeking Justice.

Azrael, o Agente do MorcegoEdit

Para representar Azrael em sua fase de Agente do Morcego, pegue os status descritos na seção Anjo Vingador, acrescente as vantagens Confidant/Silent Assistant (Brian Bryan) e Rich Friend (Batman) e retire as desvantagens Mistrust (ele passou a atuar como um membro oficial da Bat-Família) e Loss Vulnerability (ainda que fosse assombrado por seus demônios interiores, ocasionalmente chegando a ter alucinações, nesta fase Jean-Paul ganhou melhor controle sobre suas duas personalidades conflitantes, incluindo a capacidade de usar as habilidades de Azrael enquanto agindo sob a persona de Jean-Paul).

Lanterna NegroEdit

Black Lantern Azrael 01

Como Lanterna Negro

Para representar Azrael como um Lanterna negro, pegue os status descritos na seção Anjo Vingador, retire todas as Connections, acrescente Strange Appearance e como equipamento um Anel Padrão da Tropa dos Lanternas Negros. Sua Riqueza é considerada 0 e sua Motivação muda para Psychopath.


HistóriaEdit

Jean-Paul Valley, mais conhecido como Azrael, é um vigilante que operou no passado a partir de Gotham City. A maioria de suas habilidades extraordinárias vinham de enormes quantidades de treinamento e condicionamento subconsciente que ele recebeu durante a sua juventude, sem saber que estava sendo controlado por uma seita religiosa de 500 anos, chamada Ordem de São Dumas. Nomeado em homanegem ao Anjo da Morte, Jean-Paul Valley é de fato descendente de uma longa linha de justiceiros que usaram o nome e a armadura de Azrael. Apesar de seu condicionamento psicológico tê-lo levado a se tornar um assassino sem remorsos, muitas vezes em nome da vingança, seu longo tempo gasto com a Bat-Família o levou a distanciar-se das visões extremistas de seus ensinamentos enraizados e para uma abordagem mais responsável e humana para com a justiça. Como Azrael, o seu inimigo principal era Carleton LeHah, um maligno homem rico que acreditava estar servindo o demônio Biis, o inimigo jurado de Dumas. Valley serviu por algum tempo como Batman, quando Bruce Wayne foi aleijado por Bane, embora mais tarde tenha sido forçado a abandonar este papel. Sua carreira terminou quando ele foi morto a tiros, seguido de uma queda, nas mãos de LeHah.

OrigensEdit

Azrael bane

A Vingança do Novo Batman

Um bebê de proveta, desde a sua concepção a estrutura genética de Jean-Paul foi alterada por cientistas com DNA animal, projetando-o para que ele fosse capaz de feitos além daqueles de um ser humano normal. Ele cresceu alheio à sua finalidade maior, e se tornou um estudante de programação na Universidade de Gotham. Ele aprendeu sobre o legado de sua família quando seu pai, o Azrael anterior, certa noite rastejou, sangrando, ao seu apartamento, usando a armadura do Anjo Vingador, após ter sido mortalmente ferido por LeHah. Antes de pedir que seu corpo fosse despejado em algum lugar onde os segredos da família não viessem a ser descobertos, seu pai lhe forneceu dinheiro, bem como os meios para viajar para a Suíça e se reunir com a Ordem de São Dumas, que iria fornecer-lhe treinamento. Mais tarde, foi revelado que seu pai havia realmente tentado fornecer a Jean-Paul os meios para escapar influências da Ordem, mas as suas intenções foram mal interpretadas. Nos Alpes suíços, um anão chamado Nomoz ensinou a Valley as responsabilidades de Azrael, e revelou que, apesar de acreditar-se como sendo muito bem-educado, Jean-Paul era, na realidade, um lutador mais-que-capaz que não requeria treinamento adicional (além de alguns meses de exercício intenso, a fim de fortalecer e condicionar o seu corpo), tendo sido, sem sabê-lo, adequadamente condicionado. Este condicionamento é o resultado de um processo conhecido como "O Sistema", sendo que as suas completas implicações sobre a psique humana nunca foram totalmente explicadas. Em sua primeira vez vestindo o traje, Azrael encontra Batman (Bruce Wayne), acompanhado por seu mordomo Alfred, que tinha viajado para a Suíça a fim de investigar o mistério por trás da morte do pai de Azrael. Embora, a princípio, estivessem em desacordo uns com os outros, Azrael foi forçado a resgatar Bruce das garras do demônio Biis (LeHah), e acabou por rejeitar os métodos violentos e indiferente da Ordem em favor dos esforços mais humanitários encorajados pelo Cavaleiro das Trevas. Já estando ciente de identidade secreta de Wayne, ele viajou de volta a Gotham e começou a trabalhar com a Bat-Família.

A Queda do MorcegoEdit

Azrael alucinações

Azrael sofre de alucinações induzidas pelo Sistema.

Bruce rapidamente começou a treinar Azrael como um substituto para o Batman, para proteger Gotham City, no caso de uma emergência viesse a impedi-lo de fazê-lo ele mesmo. Valley foi chamado para o serviço ativo sob o capuz, mais cedo do que o esperado, quando o vilão Bane quebrou a espinha de Bruce Wayne, aleijando-o e forçando-o a permanecer numa cadeira de rodas. Embora inicialmente eficaz em seu papel, o efeito do Sistema na mente de Valley o levou a tornar-se um Cruzado Encapuzado muito mais frio e violento que o original, alienando muitos dos antigos amigos e aliados de Batman, incluindo o Comissário Gordon e Robin (Tim Drake). Por um período, Jean-Paul enlouqueceu; utilizando habilidades implantadas profundamente dentro de sua mente, ele modificou o uniforme de Batman para uma versão muito mais avançada tecnologicamente, capaz de infligir mais danos. Enquanto, como se pretendia, era inicialmente difícil de discernir se um novo homem estava debaixo do uniforme, com o passar do tempo várias pessoas próximas de Batman, em ambos os lados da lei, foram imediatamente capazes de dizer que era uma outra pessoa; mais notavelmente, Bane, Mulher Gato e o Coringa. No entanto, conforme Valley ficou mais e mais envolvidos em seu papel, rapidamente ficou claro que ele era uma tipo diferente de vigilante, permitindo que o assassino serial Matadouro caísse para a sua morte, e igualmente permitindo que várias outras pessoas inocentes morressem como resultados indiretos de suas ações, preferindo punir os criminosos ao invés de salvar vidas. Ele considerava o trabalho de detetive como sendo chato e entediante, e se concentrou muito mais nos aspectos físicos do combate ao crime. Suas aventuras como Batman também o levaram freqüentemente para fora de Gotham City, desempenhando o papel de Batman, juntamente com outros heróis, mesmo em grandes batalhas, como a ocorrida em Bloodlines. Embora Valley parecesse estar fazendo um bom trabalho de limpeza de crime em Gotham, chegou rapidamente ao conhecimento de Bruce Wayne que seus métodos eram violentos e irresponsáveis. No entanto, ele também foia capaz de derrotar Bane em um único combate, embora com as inovações de seu novo traje. Apesar de Jean-Paul, em seu estado mentalmente alterado, acreditar-se ser um Batman superior ao original, e um sucessor lógico ao mesmo, em caráter permanente, após a recuperação de Wayne, ele foi violentamente expulso do cargo por meio de combate físico, quando se recusou a cedê-lo. Ele foi derrotado quando levado à remoção de capacete de sua armadura, depois que a personalidade dominante de Jean-Paul Valley, o tímido estudante da Universidade de Gotham, emergiu. Sentindo-se envergonhado, Valley voltou à sua identidade como Azrael e tentou se redimir aos olhos de Batman.

Agente do MorcegoEdit

Azrael vs batman

Azrael vs. Batman

Após o incidente relatado em A Queda do Morcego, Jean-Paul Vale se tornou um andarilho, e foi abordado por Batman, que se ofereceu para lhe dar fundos para descobrir sobre suas origens. Isso o levou a viajar ao redor do mundo, e ele acabou destruindo a facção dissidente da Ordem de São Dumas que o criou. Ele deixou de ser focado em sua luta contra a Ordem, e passou a ser estritamente obediente ao Batman, para finalmente tornar-se mais um vigilante mais independente. Nesta fase, ele realizou várias mudanças de uniforme, refletindo suas mudanças internas. Azrael ajudou a Bat-Família regularmente, atuando como uma importante força durante os episódios conhecidos como Contágio e Terra de Ninguém, quando Gotham foi abandonada pelo governo dos Estados Unidos, depois de um terremoto, tornando-se uma mizerável zona de batalhas, controlada por gangues. Durante este tempo, ele encontrou uma alma gêmea em Batgirl (Cassandra Cain), outra criança criada para uma vida de violência (desenvolvendo uma espécie de relacionamento como "irmão mais velho" com ela), e vice-versa. Ao mesmo tempo, ele combateu regularmente combateu as forças de Biis, e trabalhou ativamente para concretizar a queda da Ordem de São Dumas, tarefa em que foi bem-sucedido. Foi também durante este tempo que Azrael encontrou um outro novo inimigo, Nicholas Scratch. Jean-Paul, mesmo em sua identidade civil, foi continuamente atormentado por alucinações supostamente causadas pelo Sistema, que se manifestavam tanto em ilusões de seu pai e do próprio São Dumas. Suas lutas contra a insanidade eram um problema recorrente, embora fosse normalmente capaz de lidar com a situação. Depois da "Terra de Ninguém", Jean-Paul instalou uma clínica baseada em uma antiga catedral com a Dra. Leslie Thompkins, recebendo a ajuda de seu amigo e mentor, o ex-psiquiatra Brian Bryan. Algum tempo depois, Jean-Paul estabeleceu uma base de operações para si mesmo em uma estrutura semelhante a um pequeno castelo, uma antiga propriedade da Ordem de São Dumas. Este castelo era localizado próximo a Ossaville, uma pequena comunidade a cerca de 100 quilômetros de distância de Gotham City, com uma população de menos de 28 pessoas. Esta base encontrava-se em condições muito precárias, de modo que Batman enviou Harold Allnut para viver com Jean-Paul no edifício e repará-lo, uma vez que Valley não tinha as habilidades necessárias para fazê-lo. Jean-Paul estabeleceu sua posição como o protetor de Ossaville depois que ele expulsou uma gangue de motoqueiros que estava ameaçando a comunidade na época.

Morte e LegadoEdit

Azrael acabou por ser morto em uma luta com seus dois maiores inimigos, Biis e Scratch, após mais uma tentativa, por este último, de enquadrar Azrael por vários crimes. Azrael foi baleado, através de sua armadura, por várias balas revestidas de teflon, e depois caiu de uma varanda com LeHah. LeHah sobreviveu, e Scratch foi preso, mas Jean-Paul morreu tragicamente. Apesar de seu traje ter sido recuperado, o seu cadáver não o foi. Cinco anos mais tarde, a Ordem da Pureza, uma seita dissidente da Ordem Sagrada de São Dumas, criou um novo Azrael para Gotham City, o ex-policial Michael Lane, que assumiu as suas funções com entusiasmo.

A Noite Mais DensaEdit

Jean-Paul Valley foi revivido como um membro da Tropa dos Lanternas Negros, pom um anel de poder negro. Ele mata um pedestre, proclamando: "Você não merece um salvador que sacrificou tanto quanto eu fiz para proteger suas vidas corruptas e confusas. Você não merece Azrael!" Ele tenta matar o Espantalho, embora este não seja capaz de sentir o medo de que se alimentavam os Lanternas Negros, portanto, sendo praticamente invisível para Azrael.

PersonalidadeEdit

Devido aos efeitos do "Sistema", Jean-Paul Valley desenvolveu uma espécie de dupla personalidade: ele próprio, e Azrael. Enquanto Jean-Paul Valley era bondoso, gentil e podia ser descrito como um "geek", Azrael era irritável, violento e vingativo. Esse contrate é marcante a este respeito; uma vez que a seita que o condicionou era uma grande organização medieval, outros membros da Bat-Família perceberam que, ocasionalmente, as soluções encontradas por Azrael para problemas ignoravam ações mais fáceis que ele poderia ter tomado usando a tecnologia moderna. Por exemplo, durante os eventos de "Contágio", onde ele teve que entregar uma receita de antídoto dentro da Gotham City em quarentena, ele tentou uma corrida insana através da barreira militar que cercava a cidade, e foi bem sucedido, mas, enquanto isso, os seus aliados simplesmente enviaram a fórmula do antídoto por e-mail para os hospitais. Isso é contraditório com a sua mentalidade como Jean-Paul que, normalmente, como um estudante de programação, seria muito consciente da possibilidade de tal solução. Ele também tinha uma personalidade menor, menos desenvolvida, que começou a regredir em pouco antes de sua morte: Batman. Durante o seu tempo como Batman, Jean-Paul desenvolveu uma terceira personalidade, que combinava o intelecto de Jean-Paul Valley e a sede de sangue de Azrael, mas carecia da empatia e da compaixão de Jean-Paul Valley. Foi teorizado que a doença mental continuada de Jean-Paul era apenas devida à negligência emocional e familiar de seus pais.

O SistemaEdit

O treinamento de Jean-Paul Valley como assassino começou antes mesmo de seu nascimento, quando as químicas do seu sangue e do seu cérebro foram alteradas ainda no estágio fetal pelos cientistas da milenar Ordem de São Dumas. Na infância, Jean-Paul foi submetido ao "Sistema", um conjunto de treinamentos físicos e sugestões hipnóticas elaborado para torná-lo um assassino e um terrorista infalível, obediente a ordem. suas extraordinárias habilidades eram ativadas sempre que ele vestia o uniforme do anjo vingador Azrael.

  • Em sua fase de Anjo Vingador, o Sistema só era ativado quando ele entrava numa situação de batalha ou perigo (normalmente em situações de combate);ainda assim, ele precisava estar usando a máscara de seu traje, senão não ativava o Sistema.
  • Em sua fase como Batman, o Sistema estava sempre ativado, e ainda concedia conhecimento tecnológico a ele, possibilitando que criasse o traje de combate usado nesta fase.
  • Após deixar de ser Batman, o Sistema voltou ao normal... Mas, eventualmente, a armadura original de Azrael foi destruída, e Jean-Paul recebeu de Batman uma nova armadura, similar à original, mas que não acionava o Sistema. Eventualmente, durante um combate, Azrael foi atingido por um raio; o incidente serviu como catalisador para que o herói "desbloqueasse" o Sistema, podendo utilizar livremente suas habilidades sobre-humanas a partir daí.
  • Normalmente, além de possibilitar ao herói o uso de suas habilidades sobre-humanas, o Sistema "ativava" a personalidade de Azrael, muito mais irascível e violenta (em termos de jogo, pode ser considerado como um similar da desvantagem Rage, com intensidade menor em seu início de carreira e séria a partir a da fase "Cruzada" de A Queda do Morcego). Além disso, podia causar, aleatoriamente, alucinações, normalmente envolvendo Ludovic Valley e o próprio São Dumas (em termos de jogo, um efeito similar a Mental Illusion: 8).

TriviaEdit

  • As manoplas usadas por Valley durante seu tempo como Batman agora são usadas ​​pela Justiceira.
  • Antes do retorno de Azrael, em 2008, vários eventos menores em todo o Universo DC prenunciavam o seu regresso. Notas sobre o quadro-negro do viajante do tempo Rip Hunter proclamavan "Jean Paul Valley vive!" e, mais tarde, "Azrael vai e vem". No entanto, em vez de Jean-Paul Valley (como o quadro-negro afirmou), surgiu na verdade é um homem diferente por baixo do manto de Azrael.
  • Azrael uma vez lutou contra o Justiceiro, personagem da Marvel Comics.
  • Em sua identidade civil, Jean-Paul usava óculos redondos.
  • Oráculo frequentemente flertava com Jean-Paul, e Chuck Kim confirmou, em uma sessão de perguntas e respostas, encontrada em Azrael (vol. 1) #35, que ela tinha uma queda por ele.
  • Apesar de Jean-Paul ter afirmado, certa vez, que ele e seu pai compartilhavam do mesmo nome, outras fontes indicam que o nome de seu pai era, na verdade, apenas "Ludovic Valley".

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.